Mini-guia cevicheiro <3

Todo mundo já ficou fissurado em alguma comida ou bebida numa fase da vida. Lembro bem quando eu tinha uns 8 anos e tomei em uma só tarde a embalagem toda de Yakult que tinha em casa.. Depois veio a época da coxinha, da comida japonesa e tive até uma grande fissura por rúcula.

Eu depois de tomar todo o Yakult: bochechas

Eu depois de tomar todo o Yakult: bochechas

Eu continuo comendo e adorando tudo isso, e sim, com algumas recaídas, principalmente com Yakult. Mas meu vício mesmo agora é o ceviche. E só de pensar no tal já estou babando em cima do teclado. Nhami!

Ainda pouco conhecido no Brasil, o ceviche é um prato muuuuito antigo! Seu primeiro registro data de cerca de 2000 A.C. no Peru, onde o peixe era marinado em suco de tumbo (similar ao maracujá). Os Incas também faziam algo similar usando “chincha”, bebida fermentada de milho. Ainda em tempos pré-colombianos foi acrescentada a pimenta “aji”, muito picante, e obrigatória no prato. O limão só veio a ser usado a partir do século XVI quando chegaram os espanhóis.

Eu já tinha ouvido falar do prato e nem havia me interessado, até que em janeiro de 2012 em uma viagem à Buenos Aires, conheci o restaurante Osaka, que é nikkei, uma fusão de japonês e peruano (que inclusive abriu uma filial ano passado em São Paulo, na Rua Amauri!).

Confesso que fui mais por que estava com vontade de comer peixe cru em meio a cidade que oferece as mais deliciosas carnes do mundo. Me surpreendi! Como é bom não criarmos expectativa, né?

Foi paixão à primeira garfada. Chegando em São Paulo, a primeira coisa que fiz foi procurar onde servia ceviche pela cidade e como o destino é muito bom comigo, apareceu o Suri, restaurante em Pinheiros, comandando por um colombiano muito simpático, o chef Dagoberto Torres.

O ceviche deles é perfeito, o meu preferido! Mas como não dá pra ir sempre ($$$), e eu quero comer ceviche toda semana, o jeito foi procurar alternativas.

Ceviche do Suri: você merece provar

Ceviche do Suri: você merece

Em Perdizes existe o Killa, um novoandino, que mudou de endereço recentemente. Fui duas vezes. Na primeira gostei e na segunda (depois da mudança) odiei. Inclusive passei o feedback pro chef: o prato estava sonso, sem sal e sem tempero.

No burburinho do Itaim, tem o La Mar, uma das cevicherias mais famosos do mundo!  O ceviche é ok, mas foi servido meio morno… :/

E claro, existe os peruanos do centro de São Paulo, que andam bombando há um tempo, como o Rinconcito Peruano, o Tradicciones Peruanas e El Carajo!

Desses, meu preferido é o mais antigo, o Rinconcito! Ele fica em um lugar muito peculiar, bem no meio da Cracolância e é comandado pelo carismático peruano Edgar Villar, Pra se ter uma ideia do quão rústico era a coisa, até uns meses atrás só aceitava cash.

A escadinha que leva ao restaurante parece levar à um prostíbulo, mas suba sem medo! Lá em cima parece que você é o convidado de um jantar de uma típica família peruana. E o melhor, a comida é gostosa e barata. O passeio é meio roots, mas vale a pena!

O vício é tanto que quando viajo, sempre procuro alguma cevicheria. ou peruano pela cidade. ALOKA!

Fora de Sampa, já fui na La Carioca e no Intihuasi, no Rio de Janeiro, no restaurante Salsa Brava, em Balneário Camboriú, e ao Inti de Oro, em Madrid… Mas sinceramente? Ninguém bate os ceviches (todos) do Suri e o clássico mixxxxto do Rinconcito.

Precisa de mais um incentivo pra provar? O prato é leve, refrescante (ideal para o clima do Brasil) e tem EM MÉDIA apenas 170 Kcal. Tá esperando o quê?

🙂

Beijo beijo

7 Comments on Mini-guia cevicheiro <3

  1. Leilane
    07/05/2014 at 18:47 (5 anos ago)

    Vc precisa ir ao restaurante Cocinero de Los Mares, pra morrer de amores pelo ceviche deles!!!!
    Adorei o brogiiiii!!!

    Responder
    • brogiatto
      08/05/2014 at 09:42 (5 anos ago)

      Aiii, tô com muitaaa vontade de conhecer o Peru Lê hahaha, principalmente pela culinária <3
      Anotei esse nome já!

      Responder
  2. Leilane
    07/05/2014 at 18:48 (5 anos ago)

    Ahh, fica em Lima, no Peru kkkk

    Responder
    • brogiatto
      12/05/2014 at 12:29 (5 anos ago)

      Quando? 😛

      Responder
  3. seo plugin
    10/05/2014 at 17:47 (5 anos ago)

    Hello Web Admin, I noticed that your On-Page SEO is is missing a few factors, for one you do not use all three H tags in your post, also I notice that you are not using bold or italics properly in your SEO optimization. On-Page SEO means more now than ever since the new Google update: Panda. No longer are backlinks and simply pinging or sending out a RSS feed the key to getting Google PageRank or Alexa Rankings, You now NEED On-Page SEO. So what is good On-Page SEO?First your keyword must appear in the title.Then it must appear in the URL.You have to optimize your keyword and make sure that it has a nice keyword density of 3-5% in your article with relevant LSI (Latent Semantic Indexing). Then you should spread all H1,H2,H3 tags in your article.Your Keyword should appear in your first paragraph and in the last sentence of the page. You should have relevant usage of Bold and italics of your keyword.There should be one internal link to a page on your blog and you should have one image with an alt tag that has your keyword….wait there’s even more Now what if i told you there was a simple WordPress plugin that does all the On-Page SEO, and automatically for you? That’s right AUTOMATICALLY, just watch this 4minute video for more information at. Seo Plugin

    Responder

Leave a Reply

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.